Quais são os derivados de petróleo mais importantes?

Os derivados de petróleo são um os recursos de origem natural com mais aplicações na via quotidiana das nossas sociedades. Portanto, conhecer os mais importantes entre eles é muito interessante e útil.

Como se obtém os derivados de petróleo?

Os processos de obtenção de cada um dos derivados petrolíferos varia muito em função da natureza dos mesmos. Assim:

  • GLP o gás líquido do petróleo. Este composto, principalmente de propano e butano, presente no gás natural, obtém-se nos processos de estabilização de petróleo bruto nos poços de extração. Uma parte é obtida por destilação do gás natural, também nos poços. É também conseguido por processos de refinação do petróleo bruto. 
  • A gasolina é obtida principalmente a partir da nafta reformada. Esta, por sua vez, é obtida por um componente do petróleo bruto: A nafta pesada, refinada por um processo chamado reforming and platforming. Além disso, a gasolina contém uma mistura de componentes do petróleo bruto, sendo adicionados aditivos para aumentar a sua octanagem. Isto é: a sua capacidade de resistir à pressão e à temperatura antes da combustão.
  • O gasóleo, ou diesel, é também uma mistura de vários componentes obtidos pelo processo de refinação do petróleo bruto. Principalmente, parafinas e naftenos. Um dos seus componentes principais é a parafina. Além disso, são adicionados aditivos para aumentar a sua octanagem. Ou seja, o equivalente em octanas da gasolina: a medida da sua capacidade de suportar a pressão e a temperatura antes da combustão. 
  • A parafina é diretamente obtida da refinação do petróleo bruto e a partir da mistura de hidrocarbonetos nele contidos.
  • O asfalto é obtido por destilação de petróleo bruto, em que são extraídos componentes residuais conhecidos como asfaltenos.
  • Os fertilizantes, pesticidas e fungicidas utilizados, principalmente, na agricultura, são obtidos por destilação e refinação de petróleo bruto em vários processos químicos sucessivos.
  • Os tecidos sintéticos são feitos por síntese orgânica ou mistura de vários componentes petrolíferos tais como o nylon, spandex ou poliéster.
  • Os plásticos obtidos a partir do petróleo são fabricados com componentes derivados da destilação do petróleo em bruto. Mais concretamente, são produzidos pela síntese e condensação de polímeros. Estes são obtidos através de um processo químico realizado com os componentes obtidos do petróleo, um processo conhecido como polimerização.
  • Os detergentes criados a partir do petróleo constam de um componente principal e essencial conhecido como tensioativo. Isto é conseguido através do alquilbenzeno linear ou LAB. A destilação do petróleo é produzida a partir do petróleo bruto e a sua continuação passa por um processo químico de transformação conhecido como MOLEX. Para obter o final do LAB, o composto resultante é desidrogenado, e as suas parafinas são convertidas em olefinas. Finalmente, é submetido a um processo químico conhecido como sulfonação.
  • As pinturas obtidas do petróleo são criadas a partir de compostos derivados petrolíferos. Do destilado do petróleo bruto é obtido o betume, a base química para a produção de tintas. Os solventes alifáticos e aromáticos derivados da nafta e parafina são também utilizados para a produção deste tipo de tinta.

Além disso, o petróleo bruto fornece fontes de matérias-primas a partir das quais se fabricam os medicamentos. Tais matérias-primas, como benzeno, olefinas, ou éter de petróleo, são sintetizados quimicamente para fabricar a aspirina, acetaminofeno, cetoprofeno, diclofenaco, ibuprofeno, e muitos outros.

Quais são os combustíveis derivados do petróleo?

Os usos dos derivados petrolíferos para combustíveis são os mais conhecidos, mas evidentemente não são os únicos. Os combustíveis podem ser sólidos, líquidos ou gasosos, sendo definidos por libertar energia mediante a combustão abaixo de determinadas condições de pressão e temperatura. Portanto, os três tipos são:

  • Sólidos: O coque de petróleo, utilizado principalmente para alcançar os pontos mais altos de ignição com a possibilidade de produção de aço, titânio e alumínio na indústria metalúrgica.
  • Líquidos: Gasolina, gasóleo, parafina.
  • Gasosos: Hidrocarbonetos tais como butano, metano, propano, etc.

Gasolina

É a mais conhecida dos combustíveis produzidos a partir do petróleo. Composto por diversos tipos de hidrocarbonetos, é o combustível mais utilizado para motores de explosão dos automóveis, motas, camiões, lanchas a motor, cortadores de relva, etc. É também utilizada em fogões e lâmpadas, bem como em tintas à base de solventes.

As gasolinas são classificadas perante o número de octanas ou unidades de medição da sua capacidade de resistência antes da combustão, ou explosão. Em Portugal, a gasolina de uso mais habitual desde os anos 90 é a 95, de 95 octanas. Para os veículos de alta gama, é habitualmente usado a gasolina 98, sendo a octanagem que mais prolonga a vida útil do motor e otimiza melhor o desempenho do veículo.   

Diesel

Gasóleo, diesel ou petrodiesel, são vários os termos usados para designar o mesmo combustível. São utilizados diversos tipos de gasóleo para aquecimento, máquinas industriais e agrícolas, veículos profissionais de transporte e de trabalho agrícola, fábricas, etc., assim como para obter água quente sanitária.

O diesel tem várias características vantajosas em comparação a outros combustíveis de origem petrolífero. O gasóleo é menos contaminante pela sua menor emissão de dióxido de carbono, otimizam o rendimento e a durabilidade do motor, implicam menos gastos de manutenção. Além disso, são menos inflamáveis, por isso, menos perigosos que a gasolina.

Parafina

É um combustível líquido de densidade intermediária entre a gasolina e o petróleo. É utilizado como combustível em turbinas a gás e motores a jato. Tem também uma grande variedade de outras utilizações: solvente, combustível para aquecimento doméstico…

Outras utilizações da parafina são para máquinas agrícolas e mineiras pesadas, de movimento de terras, embarcações de pesca e, também, gruas, compressores e grupos de geradores. São também utilizados para a fabricação de inseticidas e mesmo para a indústria aeroespacial. Por exemplo, é normalmente utilizado como combustível para foguetes espaciais.

Produtos derivados do petróleo

Além dos combustíveis, existem nos mercados atuais aglomerados de produtos e materiais que são igualmente derivados de petrolíferos. O uso de tais produtos e materiais são extremamente diversos, e alguns deles podem até ser surpreendentes para muitas pessoas.

Os derivados de petróleo estão, portanto, presentes nas facetas mais diversas da nossa vida quotidiana.

Asfalto

Este subproduto ou material residual é obtido da destilação do petróleo bruto, é caracterizado pelas suas elevadas propriedades mecânicas, como a aderência, elasticidade e resistência, que o tornam ideal para as estradas. Além disso, é também utilizadas para a elaboração e impermeabilização de telhas de telhado.

O asfalto é muito estimado para a construção de estradas porque, entre outras virtudes, a humidade não consegue penetrá-la ou parti-la, como acontece com outros materiais. A capacidade elástica do asfalto, a forma como deforma e flui, torna-o muito resistente e apropriados para os veículos e para as suas travagens e acelerações.

Fertilizantes, pesticidas e fungicidas

Graças ao tratamento químico, o petróleo pode chegar a converter-se numa fonte de amoníaco similar ao adubo, por consequente, fertilizam o solo cultivável de uma forma muito eficaz. 

Também os fertilizantes, pesticidas e fungicidas podem ser elaborados a partir do petróleo e são muito utilizados no âmbito da agricultura, para combater pragas, insetos perigosos ou invasões de ervas e fungos.

Tecidos sintéticos

Os tecidos sintéticos elaborados por polimerização de componentes extraídos do petróleo são omnipresentes na nossa vida quotidiana. O nylon, poliéster, acrílico, polipropileno, etc., são utilizados para uma vasta gama de aplicações, tais como vestuário, artigos domésticos, fabrico de cabos de segurança…

Por exemplo, a fibra de poliéster é muito resistente, e também pode ser misturada com fibras de outros tecidos para o tornar mais suave e mais agradável ao toque.

Plásticos

Os plásticos obtidos do petróleo, os polímeros (como o PVC), são utilizados numa grande variedade de aplicações: para embalagem, para brinquedos, canalização, embalagem de mercadorias, CDs, DVDs e Blu Rays, etc.

Pode dizer-se que nos plásticos elaborados a partir do petróleo estão também omnipresentes na vida quotidiana. 

Detergentes

Os detergentes elaborados com um processo químico a partir do petróleo contém os chamados tensoativos, sendo particularmente eficazes na lavagem. Também proliferam enormemente nos mercados atuais.

Pinturas

As pinturas derivados do petróleo são de uma resistência muito maior que as de pigmento, onde por essa razão estão omnipresentes nos mercados atuais. É o caso da pintura acrílica. 

Medicamentos

Os medicamentos derivados do petróleo estão entre os mais conhecidos e mais consumidos na indústria farmacêutica atual. É o caso do ibuprofeno, da aspirina, etc. Muitos medicamentos inibidores, analgésicos e outras categorias farmacológicas, são elaborados por tratamento químico de matérias-primas obtidas no petróleo.